Dicas para a PSPO I

Afinal, como se preparar para a PSPO I?

Ela é parecida com a PSM I?

Eu preciso fazer a PSM I primeiro?

Existem muitas dúvidas nessa hora, principalmente, quando se trata de certificação. Mas, irei contar para vocês como foi essa experiência para mim.

Comecei pela PSM e uns meses depois decidi arriscar a PSPO. As duas certificações são bem parecidas, inclusive, uma pergunta ou outra se repete nas duas. Porém, fazer a PSM primeiro me deu uma boa base para a PSPO, tendo em vista que ela tem umas perguntas bem mais especificas e complexas.

Se você tem condição de fazer as duas, eu aconselharia a PSM e depois a PSPO, mas senão, encarar a PSPO de cara não é um bicho de 7 cabeças também. Deixo abaixo dicas do que estudar para ela.

Ler o Scrum Guide, vejo como primeiro passo. Afinal, neste guia está descrito detalhadamente o que é o SCRUM e são apenas 20 páginas. Comece por ele, entenda este Framework e como ele funciona, tendo em vista que a maioria das perguntas são escritas da mesma forma que está escrito nele. Estude ele, pelo menos, umas três vezes antes da prova.

Resuma-o em tópicos, e lembre-se, não existe tópicos que são importantes ou não, tudo é de grande importância e entender cada processo é fundamental para ter êxito. Mas, ler somente ele não é o suficiente para agregar todos os conhecimentos necessários para a certificação. Então, você deve estar se perguntando, o que mais estudar?

Nexus Guide, é outro guia de suma importância, que explica o Scrum Escalado, outro Framework que se baseia no Scrum. 

No Nexus você compreende detalhes que são cobrados na prova e aprende a trabalhar de outra forma com o Scrum, por exemplo, ter apenas um Backlog de produto, independente de quantos times de desenvolvimento você tenha. Então, saber como esse Framework trabalha, é fundamental.

Outra forma de estudar e treinar seus conhecimentos adquiridos até aqui, são os simulados da Scrum.org, eles são ricos de informações explicativas sobre o tema de cada pergunta. Auxiliam a compreender muitos detalhes que, muitas vezes, passam batido na leitura do Scrum Guide. Recomendo faze-lo até atingir no mínimo 95% de acerto, pois eles são uma ótima base do que esperar da prova. 

E também como apoio, deixo abaixo alguns tópicos que são bastante questionados nas perguntas.

Cerimônias / Eventos Scrum

  • Planning – Ter em mente que a planning é uma reunião de planejamento para a Sprint que começa a seguir, composta por duas partes, o que fazer e como fazer, seu time-boxed é de até 8 horas para Sprint de 1 mês (máximo permitido) e todos do time scrum participam.
  • Reunião diária – Reunião realizada todos os dias no mesmo lugar e hora para evitar complexidade pela a equipe de desenvolvimento, sua duração é de até 15 minutos. O PO não participa e o SM não há necessidade de estar. Nesta reunião é sugerido pelo Guide responder a 3 perguntas: 
    • O que eu fiz ontem para atingir a meta da Sprint?
    • O que eu farei hoje para atingir a meta da Sprint?
    • O que está me impedindo de atingir a meta da Sprint?
  • Review – Reunião para colher feedback das partes interessadas, a qual o incremento potencialmente liberável é mostrado pelo time de desenvolvimento ao PO para ser aceito ou não, sua duração é de até 4 horas para Sprint de 1 mês. Todos do time Scrum participam e os stakeholders podem ser convidados.
  • Retrospectiva – Reunião realizada pelo time Scrum para analisar o que foi bom, o que foi ruim na Sprint e o que deve ser melhorado para a próxima. Tendo sua duração de até 3 horas para Sprint de 1 mês. Todos do time Scrum participam, inclusive o PO como parte do time.
  • Refinamento – Normalmente é realizado em Sprints anteriores com o PO, Scrum Master e não pode consumir mais de 10% do tempo do Time.

Artefatos

  • Product Backlog – Lista de histórias de usuário feita pelo PO com todas as exigências dos Stakeholders. Vale ressaltar que existe apenas um Product Backlog por produto.
  • Backlog da Sprint – Itens do Product Backlog priorizados e refinados, de responsabilidade da equipe de desenvolvimento, com as tarefas a serem realizadas na Sprint.
  • Incremento potencialmente entregável – Resultado de uma execução de sprint.

Papéis

  • Product Owner – Responsável por tratar os interesses dos Stakeholders, montar e priorizar o Product Backlog e garantir que o produto tenha um maior valor em sua entrega. Ele é o único que pode cancelar uma Sprint. Vale relembrar que ele não é um comitê, mas pode representar as vontades de um. 
  • Scrum Master – Garante que o processo aconteça de forma correta dentro de seus time-boxed, retira os impedimentos do time de desenvolvimento, e apoia o PO caso seja necessário. É um líder-servidor que aplica práticas de liderança coach.
  • Time de desenvolvimento – Time auto organizável, ninguém os diz como trabalhar, nem mesmo o Scrum Master. Responsável pelo Backlog da Sprint e execução das tarefas. São eles que estimam os itens do backlog do produto e é composto por 3 a 9 pessoas.

Outros

  • Definição de Concluído – Definição de quando os itens do product backlog selecionados para a sprint estão concluídos; é determinado pelo time Scrum e gera transparência para todos.
  • Pilares – Transparência, adaptação e inspeção.
  • Valores Scrum – Coragem, foco, abertura, comprometimento e respeito.

Obrigada por terem ficado com a gente até aqui.

Amanna Monteiro – Família Sunsetti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020, Sunsetti. Todos os direitos reservados.